Categorias

Jogo da Guerra - Notícias - Projetos

ERRO Grupo finaliza ensaios para temporada de obra inédita Jogo da Guerra

O ERRO Grupo está na fase final de ensaios de sua mais recente obra inédita para celebrar um movimento que mudou o mundo e reverbera até os dias atuais.

O grupo de Florianópolis finaliza os preparativos para o Jogo da Guerra, que comemora os 50 anos das revoltas de Maio de 1968, em Paris, e é inspirado no jogo de mesmo nome de Alice Becker-Ho e Guy Debord, este último ficou conhecido por sua obra A Sociedade do Espetáculo, publicada no ano anterior.

Jogo da Guerra surgiu da pesquisa prática do ERRO sobre modos coletivos de tomada de decisões e posicionamento na esfera pública, através de anseios poéticos, políticos e estéticos que movem tais experiências relacionais e que esta peça propõe em cinco campos de experiência: teatro, cidade, interatividade, jogo e imagem.

A obra é um Teatro de Imersão que se inspira no Teatro Fórum e Teatro Invisível de Augusto Boal, cruzando-os a uma performance participativa, na qual as pessoas do público também são atores e autores. A ação de Jogo da Guerra é na rua, em espaços externos, onde pulsa a cidade, mas em três locais, dois públicos e um privado, interno, em diálogo. Esta dinâmica é adotada como disparadora da obra nos três espaços, criando diferentes camadas de experiência simultâneas que almejam um teatro que sobreviva ao atual mundo midiático e que aconteça além de relações binárias: ator-público, interior-exterior, jogo-vida, realidade-ficção, indivíduo-sociedade, presença-telepresença e emissor-receptor.

Jogo da Guerra visa além de uma intensa ocupação artística, proporcionar e democratizar o espaço urbano do Centro de Florianópolis e abrir caminhos para reflexões sobre a cidade e o âmbito sócio-político que vivemos.

Jogo da Guerra foi contemplado pelo Prêmio Catarinense de Teatro, com o projeto Kriegsspiel – Jogo da Guerra, através do edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura 2017 da Fundação Catarinense de Cultura. Profissionais integrantes do ERRO e colaboradores, num total de 13 pessoas, estão envolvidas na montagem, produção, divulgação, criação, ensaios, pré-estreia, estreia e temporada.

Está prevista uma temporada com dez apresentações, com datas que ainda serão confirmadas, entre os meses de maio e junho, no centro de Florianópolis. Até o final de maio o ERRO continua com ensaios em espaços abertos da cidade que dependendo de seu fluxo de transeuntes transformam o próprio ensaio em uma apresentação.